quinta-feira, 17 de março de 2011

Doença e cura


"Escrever um livro de terror envolvendo vampiros , chega a ser um ato ousado e apreciável em uma era que tais criaturas se apaixonam por humanos." Curioso Inovador

Doença e Cura me parece ser um livro incrível! 
A primeira vez que Fabian me falou do livro, confesso, fiquei desesperado para lê-lo, o procurei em algumas livrarias de Fortaleza, mas infelizmente não o encontrei. Por sorte, Fabian resolveu me enviar o livro, e quando eu recebi essa notícia, começei a contar os dias como um condenado ansioso para ter sua liberdade. 
Ler Doença e cura vai ser mais do que proveitoso, vai ser incrivelmente único. 
Não se trata de um livro qualquer, ou de uma simples história, digo isso simplesmente porque agora eu estou com o livro em minhas mãos, posso ver a capa em vermelho e branco, grandiosamente misteriosa. 
"Um livro de terror e conspiração, que quebra todos os parâmetros, dogmas, hábitos viciados e fórmulas prontas, um livro que pode ser considerado catastrófico e bizarro, seguidor da linha  imortalizada por Edgar Allan Poe, e o magnânimo Stephen King." palavras adaptadas de Rossyr Berny.
Ontem mesmo eu comecei a ler o primeiro capítulo do livro, e confesso que Fabian escreve muito, muito bem. Ele é capaz de nos fazer imaginar e desenhar as cenas do livro perfeitamente, Fabian nos coloca dentro das páginas, defronte seus personagens, nos fazendo enxergar cada ato e cada movimento como se fosse um filme totalmente delineado e, extremamente único.
Eu indico este livro, simplesmente porque você não se arrependerá nenhum segundo por tê-lo em mãos. 

4 comentários:

Rafael Fontenele disse...

Tipo,por ser de vampiros confesso que nao me interessei pelo livro de inicio...
Mas ao ver que o livro é de conspiracao e terror,despertou-me um interesse.

Anônimo disse...

Gostei... Onde que vende?

mateus-meireles disse...

meu caro bloggeiro
confesso q com esse seu resumo fiquei ate curioso para le o livro mas tenho adimitir q esse autor tem muita coragem para se impor da modinha q virou,fazer um vampiro docio e romantico

Allan Sobreira disse...

O que poucos críticos dessa "era dos vampiros" entendem é que esse tipo de vampiro que se apaixona por humanos é apenas um subgrupo catastrófico que virou modinha. Os vampiros em si são bem interessantes! Muito boa a iniciativa!

Postar um comentário