sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Quer ser um escritor?


Confesso que quando e coloquei na cabeça que queria ser escritor, nunca imaginei que seria tão complicado de crescer nessa profissão dentro do país em que vivemos (É bem-vindo ao Brasil). Tudo bem, estava enganado, completamente até, mas eu tinha apenas oito anos.
O objetivo principal desse post é esclarecer alguns fatos que chegaram até mim como um choque de realidade, pensei que talvez alguns que leem o blog também procuram escrever livros, então achei que seria uma boa dica dividir um pouco de experiências, mesmo elas não sendo muitas.
Primeiramente, e acima de tudo, é bom ter os pés no chão. Muitos escritores novatos pensam que quando terminarem o primeiro livro irão publicar rapidamente e vender um milhão de cópias (tudo bem, não é impossível, mas é bem improvável), entretanto escrever é a parte mais fácil de todo o processo, publicar torna-se a parte intermediária e consequentemente vender, a mais difícil.
Editoras visam lucro, nunca elas vão apostar em histórias que darão prejuízos, até porque o mercado de hoje é extremamente competitivo e os leitores estão cada vez mais seletivos. Por isso, elas preferem, muitas vezes, investir em best-sellers internacionais, os quais seriam uma venda garantida.
Uma primeira publicação a maioria das vezes requer investimentos próprio dos autores, então é sempre bom estar preparado.


Ah, grandes escritores como André Vianco e muitos outros cresceram exatamente dessa forma, passando e confrontando esses ataques de realidade, digo isso porque muitos pensam que eles brotaram do nada com best-sellers e não é bem assim. 
Mas por fim, saliento um último argumento, se sua história for boa, e acima de tudo, se você acreditar nela, ela evoluirá com o tempo, portando arrancar seus cabelos agora não seria algo muito sensato. Paciência torna-se uma virtude quando o assunto é escrever.
Não estou querendo desestimular ninguém com esses argumentos, minha intenção foi apensas de esclarecer algumas das muitas coisas desse mercado literário que eu desconhecia. E lógico que quem vai decidir a hora de publicar um livro não será ninguém além de você! Por isso acredite no seu potencial, é possível ser um grande escritor no Brasil apesar de todas as dificuldades! Ferramentas como internet estão aí para nos provar que podemos crescer nesse ponto! Blogs estão aí para contrariar as coisas que se dizem no jornal! Sim, acredite em seus sonhos, apenas você poderá realizá-los.


Selecionei este podcast do Eduardo Sporh sobre a publicação dele e mais dicas sobre ser escritor: Clique e confira
Também selecionei uma publicação de Rafael Draccon com assuntos semelhantes: Clique e confira
Veja uma entrevista de André Vianco no programa do Jô: Clique e confira
E por fim, um vídeo de Lycia Barros de como escrever um livro e de como encarar bloqueios criativos: Clique e Confira

Bem, é isso pessoal, espero que tenham gostado da postagem e que possamos juntos, algum dia, mudar a realidade da literatura do país e quem sabe fazer com que mais brasileiros leiam mais livros nacionais! E aqui vai meu mais profundo agradecimento, como um escritor ainda não publicado, a todos os blogs que tem como missão difundir a literatura e a cultura nacional!

5 comentários:

Caçadora de Livros disse...

Estou escrevendo e ja sei como a situação é difícil!
Mas com força, luta e determinação vc pode chegar onde quer!
Parabéns pelo post
Abs,

Lins disse...

Muito obrigado!
E concordo plenamente com você! Com força, luta, determinação podemos chegar onde queremos chegar! =D

Adriano Bibop disse...

Terminei de escrever meu primeiro livro, um romance estitulado Doze Estágios. É bem verdade o que você está dizendo, pois a realidade é bem dura. Se não tiver uma grana considerável e muita força de vontade, o livro demorará a sair do papel, se sair.

Rafael Fontenele disse...

Assim, eu sempre quis escrever um livro, mas nunca tive boas dicas para comecar,agora ja tenho o que preciso..

Liliane Aurelino disse...

gostei,o post foi bastante esclarecedor,eu penso em escrever mas não tenho tempo.Ler já está bem complicado pra mim.

Postar um comentário