segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Conan o Bárbaro


Um típico filme de bárbaros, em todos os sentidos que tal palavra possa ter. A primeira aparência do longa metragem nos faz criar expectativas de ver algo semelhante ao Senhor dos Anéis, mas com o desenrolar da história nós vamos vendo que não é bem assim. 
Conan tem uma história própria, enigmática, cheia de sangue e cenas altamente explícitas (exatamente desse jeito mesmo que você pensou). É uma jornada aventureira que traz a narrativa de Conan desde de quando ele era criança. O garoto sempre foi muito bem treinado para ser um grande guerreiro, e repentinamente ele se vê no meio de uma guerra que acontece na aldeia de seu povo. Um ataque cruel de um rei está extinguindo todo os seus amigos e familiares. Conan assiste a morte do pai diante dele, e a partir daí, ele começa a criar uma sede indescritível da mais pura vingança.
Conan embarca em uma grande aventura cheia de brilhantes efeitos especiais e brilhantes atuações de atores que eu nunca havia visto anteriormente. 
Um filme esplêndido para  todos os apreciadores da categoria. Vale muito a pena. 
Agora, se você não gosta de sangue, nem pense em vê-lo, acho que nele há mortes que nem jogos mortais se atreveria em levar as telonas.
PS: Quarta-feira (22 de setembro), será lançando Ilsuion! O terceiro Cd do Curioso Inovador!

2 comentários:

Beatriz Gosmin disse...

MEU DEUS.

Eu não posso ver sangue, e definifivamente este filme não é pra mim.

Se voce disse que nem jogos mortais (que eu nao assisti por medo) se atreveria, quem sou eu para me atrever a assistir?

Credo.

Beeijos
Bia | Blog Livros e Atitudes

Kel Costa disse...

Quero muito ver, com toda certeza, estou na expectativa *o*

Bjs,
Kel
www.itcultura.com

Postar um comentário