sexta-feira, 11 de maio de 2012

Os Vingadores - Avengers

 "Uma das melhores experiências cinematográficas que já tive foram extendidas por um período de quase duas horas e meia de orgasmos visuais seguidos na telona". Sim... Sim... SIM!!! Que filmaço


"Se você ainda não saiu correndo para assistir, deixe-me tentar convencê-los":

Quando em 2008 foi apresentado o projeto inovador da Marvel Studios em fazer uma série de filmes que iriam desembocar no apoteótico Vingadores, que foi aclamado por milhares de fãs e cinéfilos que nunca viram nada tão ambicioso na história do cinema antes, veio com este anúncio a expectativa.


Acalmada pelos filmes do Homem de Ferro, Thor, Capitão América e Hulk, essa mesma espera veio numa crescente cada vez mais frenética, enquanto o dia da estréia finalmente chegava. Pois bem, assisti no último domingo e a sensação foi incrível.

Ao contrário do que muitos tentam fazer ao comparar com os filmes do Batman de Christopher Nolan, essa película não traz a carga tensa e psicológica que é a proposta do Batman e sim, um incrível entretenimento de tiradas cômicas geniais e atuais, efeitos maravilhosos que deixam Michael Bay com seus robôs gigantes no chinelo e a maravilhosa sinergia que aqueles heróis apresentaram foi de deixar os miolos no teto

Em todos os aspectos um blockbuster, não espere um filme que faça você refletir sobre o significado da vida. A ideia de unir boa parte dos heróis da Marvel, construindo os mesmos em filmes distintos, foi extremamente arriscada para o estúdio. Porém, se mostrou mais do que rentável e agradável aos olhos, com um roteiro ideal para a situação e construido na medida certa para a real proposta de Vingadores.

Esperei esses dias pois, se fosse escrever fervilhando de emoção, vocês não teriam um post entendível. Mesmo querendo que o ânimo baixasse para ser mais crítico, o filme ainda ecoa em minha caixa craniana com uma sensação de "missão cumprida" que vinha sendo cada vez mais exigida por mim. Ainda bem, meus anseios se confirmaram.

Óbvio que o filme tem erros. Seu início é um pouco sem ritmo e o 3D bem... interessante. Mas, caso deva escolher entre o tamanho da tela que irá asssitir e o 3D, opte pela tela maior. Em alguns pontos, a legenda foi sacrificada para o formato da tela que não era apropriado onde assisti e, apesar de em várias cenas sentirmos uma profundidade real, nada é muito marcante como a cena em si.

Em compensação, o que foi aquilo? O senhor Robert Downey Jr. (Homem de Ferro) roubando sempre o espetáculo para si com sua atuação espetacular e o que é melhor, sem ofuscar os outros, que era um medo tremendo que eu tinha. O Hulk foi uma surpresa espetacular com a mudança de ator para o Mark Ruffalo (indicado por Downey Jr.) e com certeza o mais comentado pela maioria dos pagantes. Thor e Cap. América excelentes e os sidekicks Viúva-Negra (que foi uma surpresa maravilhosa saber que não era apenas um rostinho sexy na franquia) e Gavião-Arqueiro (que eu achava muito fraquinho e se mostrou essencial a trama) foram demais, concluindo assim a formação do grupo.

Apesar de não ser um roteiro espetacular como eu havia mencionado, compramos imediatamente a história quando vemos o vilão, Loki (muito bem trabalhado por sinal), em seu desejo sedento por poder e conseguimos apalpar a ameaça que este provoca. Temos viradas de roteiros, mudanças de lado, perspectivas diversas... tudo que podemos exigir de um filme com essa proposta ele tem.

Vale MESMO assistir Vingadores no cinema se você puder. Então? Já estão comprando o ingresso para a próxima sessão?

P.S.: O Filme guarda uma surpresa no meio dos créditos, como os anteriores da Marvel para quem já conhece, por isso aguardem um pouquinho para ver a cena extra que promove os próximos filmes da franquia.

2 comentários:

Caçadora de Livros disse...

Ainda não fui ver, até porque não gosto de ver filmes do momento no cinema, rs.
Mas, ele já está anotado para eu ver aqui em casa.
Abs,

Obs: Tira esse verificador de comentários, fica bem complicado essas imagens, rs.

Renato Rios disse...

Filme fodástico! Quanto ao 3d: ele foi todo gravado em HD e convertido para 3D, o que deixou as cenas escuras mais escuras ainda (principalmente se você for assistir em algum local que o 3D não é lá esses coisas toda - sim, estou falando com você, UCI Iguatemi Fortaleza!)... mas como assisti na primeira sessão, às 00:01, achei chato esse detalhe, mas tirando na cena extra, ele não chegou a incomodar tanto, dado o level de empolgação (completamente correspondida)

Postar um comentário